4 de jun de 2015

Varanda literária do CECA





Projeto de alunos do primeiro ano, mas que pertence a todos da escola. Um espaço democrático de lazer e conhecimento.

Sábado letivo no CECA



Visita do professor e design de jogos Antônio Marcelo que realizou oficina de jogos de tabuleiro e eletrônicos.

LIMA - Peru



























8 de mar de 2013

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Todos sabem que o preconceito é um marco presente na vida da humanidade e a mulher não ficou de fora, em razão dele sofreu grandes perdas.
Ao longo da história, as mulheres estiveram sempre subjugadas às vontades dos homens, a trabalhar como serviçais, sem receber nada pelo seu trabalho ou então ganhavam um salário injusto, que não dava para sustentar sua família.
Em razão desses e tantos outros modos de discriminação, as mulheres se uniram para buscar maior respeito aos seus direitos, ao seu trabalho e à sua vida.
A discriminação era tão grande e séria que chegou ao ponto de operárias de uma fábrica têxtil serem queimadas vivas, presas à fábrica em que trabalhavam (em Nova Iorque) após uma manifestação onde reivindicavam melhores condições de trabalho, diminuição da carga horária de 16 para 10 horas diárias, salários iguais aos dos homens – que chegavam a ganhar três vezes mais no exercício da mesma função.
Porém, em 8 de março de 1910, aconteceu na Dinamarca uma conferência internacional feminina, onde assuntos de interesse das mulheres foram discutidos, além de decidirem que a data seria uma homenagem àquelas mortas carbonizadas.
No governo do presidente Getúlio Vargas as coisas no Brasil tomaram outro rumo. Com a reforma da constituição, acontecida em 1932, as mulheres brasileiras ganharam os mesmos direitos trabalhistas que os homens, conquistaram o direito ao voto e a cargos políticos do executivo e do legislativo.
Ainda em nosso país, há poucos anos, foi aprovada a Lei Maria da Penha, como resultado da grande luta pelos direitos da mulher, garantindo bons tratos dentro de casa, para que não sejam mais espancadas por seus companheiros ou que sirvam como escravas sexuais deles.
Mas a mulher não desiste de lutar pelo seu crescimento, o dia 8 de março não é apenas marcado como uma data comemorativa, mas um dia para se firmarem discussões que visem à diminuição do preconceito, onde são discutidos assuntos que tratam da importância do papel da mulher diante da sociedade, trazendo sua importância para uma vida mais justa em todo o mundo.
Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia in http://www.brasilescola.com/datas-comemorativas/dia-da-mulher.htm

2 de mar de 2013

O PAPA RENUNCIOU!!!!


"28 de fevereiro de 2013 vai marcar a memória dos católicos como o dia da renúncia de Joseph Ratzinger – o Papa Bento XVI. De acordo com o papa, a saúde debilitada é o principal motivo, mas existem aqueles que acreditam em motivos políticos para a renúncia. De qualquer forma, em discurso recente, Bento XVI exortou a união dos católicos pelo bem da Igreja."

Mais informações, acesse o link: 
http://www.historiadigital.org/artigos/bento-xvi-e-o-primeiro-papa-a-renunciar/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+historiadigital+%28Hist%C3%B3ria+Digital%29

1 de mar de 2013

1565 

1º de março ou 20 de janeiro? - Muitos ficam indecisos entre as duas datas. Por isso, inúmeras vezes se tem comemorado o aniversário do Rio de Janeiro no dia do santo padroeiro. 

Para afastar quaisquer dúvidas, fica aqui registrado sucintamente o episódio de fundação da cidade. 


Em 1555, os franceses invadiram o Rio de Janeiro pretendendo aqui fundar uma colônia. Em 1564, os portugueses resolveram, enfim, organizar uma expedição para expulsá-los e fundar uma cidade fortificada com o objetivo de impedir para sempre outras investidas. Estácio de Sá, sobrinho do governador Mem de Sá, chegou em terras cariocas no dia 28 de fevereiro com alguns navios e soldados, desembarcando na praia entre o morro Cara de Cão e o Pão de Açúcar. No dia seguinte, 1º de março de 1565, fundou oficialmente a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, em homenagem ao rei menino de Portugal e escolheu o santo de mesmo nome para padroeiro, a quem se presta homenagem no dia 20 de janeiro. 


A lenda diz que o mordomo encarregado de cuidar da capela do santo foi atacado por índios. Invocou seu nome e imediatamente chegaram reforços. Em uma das canoas um moço louro lutou bravamente, desaparecendo depois de finda a batalha. Foi identificado como sendo o santo padroeiro que lutara em defesa de sua cidade.


FONTE: http://www0.rio.rj.gov.br/rio_memoria/1565_texto.htm

27 de fev de 2013

Atenção estudantes do Ensino Médio!!!


“A Escola Superior de Ciências Sociais/CPDOC da FGV lança mais uma edição do Laboratório de Sociologia e História para o Ensino Médio. O programa oferece bolsas  de iniciação científica para estudantes da rede pública e particular do ensino médio na cidade do Rio de Janeiro nas áreas de Ciências Sociais e História. As inscrições vão até dia 11 de março, e os interessados podem obter mais informações neste link: http://cpdoc.fgv.br/ensinomedio/apresentacao”  
 
João Marcelo Ehlert Maia
Coordenador do curso de Ciências Sociais