21 de mar de 2011

Reflexões!

Pois é, o carnaval acabou e, tradicionalmente, é agora que começa de verdade o ano no Brasil.
Para iniciar 2011, a visita do presidente dos EUA, Barack Obama.
Não podemos negar a importância do cargo e da pessoa, mas a mídia se comportou como "macaquinhos de auditório"!
É nesses momentos que nosso passado de colonizados se revela tão presente. Essas atitudes já deveriam ter ficado para trás. Somos Nação independente há mais de um século!!!!!!

Vamos pensar. Por que Obama se despencou do conforto da Casa Branca para visitar o Brasil? Ele não é o primeiro Presidente americano a visitar nossa terra, mas todos que vieram tinham interesses particulares e com este não é diferente. O pré-sal é nosso, a amazônia é nossa. Os americanos do norte precisam muito de nós!
O engraçado é pensar que esta mesma mídia que, na campanha da Dilma para a presidência, alegava que ela, se eleita, não poderia visitar os EUA pelo seu passado de "terrorista" agora faz a cobertura do discurso dela ao lado do Presidente dos EUA. Acho que ele veio porque ela não consegue o visto para entrar no país dele (ahahahahah.... é brincadeira pessoal!)
Bem, veio o Obama, muito simpático, simples, e enquanto sorria, tirava fotos e abraçava as crianças na Cidade de Deus,  mandava seus caças atacarem a Líbia!!!!!!! ( O Brasil se absteve de votar, o que na prática significa que não concorda com o ataque!).
Mas ele veio e no seu discurso elogiou o nosso regime democrático e enalteceu o povo brasileiro.
Espero que isso, pelo menos, faça o povo e a mídia entender o valor dessa gente tão maravilhosa. Eu sempre digo isso aos meus alunos, mas eu não sou ninguém, sou apenas mais uma brasileira, sou parte do povo.
Agora o "deus" Obama afirmou em seu discurso o valor dos brasileiros. Será que finalmente vamos entender e nos orgulhar de nossa terra e de nossa gente?



Um comentário:

Quando for escrever seu comentário tenha cuidado com a ortografia e gramática. Coloque seu nome completo e, se for o caso, a turma também.
Obrigada pela participação.
Brevemente seu comentário será publicado.