16 de nov de 2008

O EXERCÍCIO 1 AGORA COM AS CORREÇÕES!

O sistema de Governo Geral

O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de
1548
A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; EXPLORAR O SERTÃO, DOAR terras; FAZER ACORDOS COM os índios AMIGOS.
O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarrregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
A capitania DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - SALVADOR.
Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e ÓRFÃS para povoar a nova terra.
Foi Tomé de Souza que trouxe AS PRIMEIRAS CABEÇAS DE GADO para os engenhos do nordeste.
O Padre MANOEL DA NÓBREGA chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
Em seu governo houve AUMENTO da escravidão indígena e MUITOS CONFLITOS entre portugueses e nativos.
Os FRANCESES invadiram a Bahia em 1555 e fundaram a FRANÇA ANTÁRTICA.

O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém de terminou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos da
ÁFRICA.
Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os FRANCESES.




.

36 comentários:

  1. Juliana e Leonardo n° : 22 e 23

    Texto reescrito.

    O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1532.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava garantir a defesa do território, explorar o sertão, distribuir sesmaria para a construção de novos engenhos de açúcar, estabelecer alianças com tribos indígenas amigas e castigá-las quando necessário.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarrregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania da Bahia de Todos os Santos foi onde Tomé de Souza se instalou e iniciou a construção da sede do governo -Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram mulheres órfãs com a obrigação de casar-se com colonos portugueses.

    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiros cavalos para os engenhos do nordeste.
    O Padre Manoel da Nóbrega. chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1153 até 1558.
    Em seu governo houve aumento da escravidão indígena e muitos conflitos entre portugueses e nativos.
    Os Franceses invadiram a Bahia em 1555 e fundaram a Pátria dos trópicos.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios cristianizados, porém de terminou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos das Índias.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses da Bahia de Guanabara.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    ResponderExcluir
  2. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    Tinha a finalidade de ajudar os donatários e centralizar a administração da Colônia. Durante o Governo Geral as capitanias hereditárias não foram extintas, decidiram até criar novas capitanias.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; ajudar os donatários; administrar a colônia.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da defesa do litoral.
    A capitania da Bahia de todos os Santos transformando-se na primeira capitania real sede do Governo Geral cujo governador era Tomé de Souza .
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas (órfãs) para se casarem com os portugueses, esta medida foi criada, pois os portugueses estavam casando com as índias.
    Foi Tomé de Souza introduziu a criação de gados e foram instalados engenhos.
    Padre Manuel de Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de dez mil pessoas.
    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1557.
    Em seu governo houve aumento da escravidão indígena e muitos conflitos, pois os Jesuítas não apoiavam a escravidão indígena e sim a negra.
    Os Franceses chegaram à baia de Guanabara com o objetivo de criar o núcleo colonial chamado França Antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1557 até 1572.
    Ele veio com o objetivo de expulsar os franceses acabar com os conflitos entre índios e colonos e restabelecer as relações com o bispado.
    Seu grande feito foi ter expulsado os franceses Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.
    Michelly Batista da Silva n°25 Turma: 1001

    ResponderExcluir
  3. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III (pela coroa portuguesa) em 1532 (em 1549), através do documento denominado Regimento de 1532 (Regimento de 1548 ou Regimento de Tomé de Sousa).
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; vender terras; exterminar todos os índios. (coordenar a colonização fortalecendo as capitanias contra as ações adversas, destacando-se particular¬mente a luta contra os tupinambás).
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania de Ilhéus foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Porto Seguro.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e casadas para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiros cavalos para os engenhos do nordeste.
    O Padre José de Anchieta chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de dez mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1153 até 1558.
    Em seu governo houve redução da escravidão indígena e muita paz entre portugueses e nativos.
    Os Holandeses invadiram a Bahia em 1555 e fundaram a Pátria dos trópicos.
    (Os Holandeses invadiram a Bahia em 1824)

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém de terminou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos das Índias.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os holandeses.

    Nomes : Bárbara e Gabriella.
    Números : 4 e 15
    Turma : 1001

    ResponderExcluir
  4. Camila e Fernanda 1001.

    Erros do texto

    1. O ano de criação do governo geral foi 1548 e não 1532 como está no texto acima.

    2. O motivo foi ajudar os donatários e centralizar administrativamente a organização da Colônia.

    3. Não era função do governador geral exterminar os índios.

    4.O nome dado a maior autoridade da justiça daquele governo era ouvidor-geral.

    5. A primeira sede da colônia portuguesa no Brasil, chefiada por Tomé de Souza foi Salvador e não Porto Seguro.

    6.A missão de catequizar os índios foi liderada pelo padre Manuel de Nobrega e não pelo padre José de Anchieta.

    7.José de anchieta era um dos jesuítas que vieram acompanhando Duarte da Costa, que chefiou o segundo governano geral, entre 1553 e 1558.

    8.Os cinco anos em que Duarte da Costa governou o Brasil foram marcados por uma sucessão de crises. Haviam muitos conflitos entre os indígenas e os colonizadores, pois eles queriam escravizar os índios para ter mão de obra mais Lavouras de graça.

    9.Em 1555, o Rio de Janeiro foi invadido pelos franceses que estabeleceram uma colônia chamada França antártica.

    10.Estácio de Sá fundou a cidade do Rio de Janeiro durante a guerra contra os Franceses.

    ResponderExcluir
  5. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; garantir a defesa do território em virtude do tratado de Tordesilhas; explorar o sertão; estabelecer alianças com tribos amigas e castigar duramente aqueles que prejudicavam a colonização portuguesa.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários públicos,soldados e degredados.Com eles vieram também seis jesuítas .
    A capitania da Baia de todos os santos foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo – Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e órfãs para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe as primeiras cabeças de gado nos engenhos do nordeste.
    O Padre Manuel da Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo a escravidão indígena cresceu e as relações entre portugueses e indígena pioraram .Os Holandeses invadiram a Bahia em 1555 e fundaram a Pátria dos trópicos.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis de proteção aos índios cristianizados,dizimou centenas de aldeias indígenas hostis aos portugueses.mo tempo estimulou o tráfico de escravos das Índias.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses. nome:Pedro Paulo de siqueira gomes n:28
    nome:Rayanne Moura n:32

    ResponderExcluir
  6. Aline e Caroline turma:1001

    O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III , em 1548. Esta medida não implicou a extinção das capitanias hereditárias.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; vender terras; exterminar todos os índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarrregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania de Ilhéus foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Porto Seguro.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e casadas para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe as primeiras cabeças de gado para os engenhos do nordeste.
    Manuel da Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Chegou ao Brasil um considerável número de artesãos. De início trabalharam na construção da cidade de Salvador e, depois, na instalação de engenhos na região.O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1557.
    reforçaram a defesa das capitanias, fizeram explorações de reconhecimento da terra e tomaram outras medidas no sentido de reafirmar e garantir a colonização. Mas enfrentaram grandes dificuldades: choques com índios e com invasores, especialmente os franceses; conflitos com o bispo, e com os próprios jesuítas que se opunham à escravidão indígena, e entre antigos e novos colonos.

    ResponderExcluir
  7. Nome: Islaine de Aráujo T: 1003

    O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, Para favorecer os donatários centralizando administrativamente a organização da colônia.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que chegou em 1549 e fundou a cidade de Salvador, a primeira da Colônia. Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil com sede na capitania real, nomeando bispo D. Pedro Fernandes Sardinha.
    Com ele vieram alguns ajudantes ficando com cargos que eram divididos em: provedor-mor, que ficava encarregado de cuidar das finanças; ouvidor-geral, esse era a maior autoridade da justiça; e o capitão-mor da costa, que era encarregado da defesa do litoral.
    A capitania de Ilhéus foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Porto Seguro. Ele trouxe os primeiros cavalos para os engenhos do nordeste,
    sendo chefiados por Manuel de Nóbrega veio um grupo de jesuítas para a colônia catequizar os nativos e consolidá-los através da fé, para o domínio do território pela Coroa portuguesa.

    O segundo governador-geral Duarte da Costa exerceu o cargo de 1553 até 1557.
    E o terceiro foi Mem de Sá que governou de 1557 até 1572. Ambos fizeram explorações de reconhecimento terra reforçando a defesa das capitanias, tomaram medidas no sentindo de reafirma e garanti a colonização. Porém enfrentaram muitas dificuldades como: conflitos com o bispo e com os próprios jesuítas que se opunham a escravidão indígena, choques com índios e invasores principalmente com os franceses.

    ResponderExcluir
  8. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548 , através do documento denominado Regimento de 1532.O documento detalhava as funções do novo representante do governo português na Colônia.
    O governador geral passou a assumir muitas funções antes desempenhadas pelos donatários. A partir de 1720 os governadores receberam o título de vice-rei.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza (1549 e 1553).
    Trouxe três ajudantes para ocupar os cargos de: provedor - mor, encarregado das finanças; ouvidor - geral, a maior autoridade da justiça; e o de capitão - mor da costa, encarregado da defesa do litoral.
    Com o seu governo vieram os primeiros jesuítas e nesse período foi criado o primeiro bispado do Brasil.
    Nesse período ainda foi introduzida, nessa capitania, a criação de gado e instalados e engenhos.
    O governador veio juntamente com soldados, colonos, materiais para se construir a primeira cidade e alguns animais.
    O governador seguinte foi Duarte da Costa (1553 - 1557)
    O governo de Duarte da Costa foi marcado pelo combate às resistências indígenas na região, principalmente na região do Recôncavo baiano, sendo que estas representavam um empecilho à colonização.
    Em 1555, os franceses invadiram o Rio de Janeiro em busca da exploração do pau-brasil no litoral sul e de um espaço onde os protestantes pudessem exercer sua religião de forma livre. Sob o comando de Nicolau Durand de Villegaignon, os franceses fizeram amizade com os índios tupinambás e conseguiram seu apoio. Os índios tupinambás se uniram e revoltaram contra os portugueses, na chamada Confederação de Tamoios.
    O terceiro governo foi o de Mem de Sá (1557 - 1572),
    O seu governo enfrentou grandes dificuldades: choques com índios e com invasores, especialmente os franceses;
    Fundou a cidade de São Sebastião, que passou a ser a base das operações da luta contra os franceses.
    O processo histórico da fundação da Cidade do Rio de Janeiro inicia-se no ano de 1563, quando Estácio de Sá chega de Portugal, com a frota militar para a conquista da terra.

    ALUNAS: Juliana Fiaux nº17 e Bianca Zanon nº05 - Turma :1003

    ResponderExcluir
  9. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1532.
    Esta medida não implicou a extinção das capitanias hereditárias.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei e o seu poder na colônia; reforçar o apoio da Coroa aos donatários e colonos,
    Evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; vender terras; exterminar todos os índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor cuidava das finanças; ouvidor-mor, responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania de Ilhéus foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Porto Seguro.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram às primeiras mulheres brancas e casadas para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiros cavalos para os engenhos do nordeste.
    O bispo Manuel da Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de dez mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1557.
    Em seu governo houve grandes dificuldades como choque com os índios e invasores. Franceses invadiram a Bahia em 1555 e fundaram a Pátria dos trópicos.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém de terminou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos das Índias.
    Seu grande feito foi ter expulsado os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os holandeses.

    Nomes:Raísa e Rafaela
    Turma:1003

    ResponderExcluir
  10. Ademar nº 1, Pedro nº 28, Heleno nº 11 Turma 1003


    História



    -Primeiro: o incorreto fala O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1532, através do documento denominado Regimento de 1532.
    -E no correto não diz nada sobre o rei de Portugal, D. João III em a 1552, e sim a 1548.
    -No texto certo fala que em 1551,no governo de Tomé Souza foi criado o °1 bispado do Brasil com sede na capitania real,foram também instaladas as câmaras municipais compostas pelos homens bons:dono de terras membros das milícias e do clero. ---
    -No texto errado ele esta falando que em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e casadas para povoar a nova terra.

    -No texto correto dia que Tomé de Souza trouxe gados para criação e no errado diz que ele trouxe cavalos.
    -No texto errado diz que existiu segundo e terceiro governo geral, mas no correto não diz nada sobre isso.

    ResponderExcluir
  11. O sistema de Governo Geral

    O governo geral foi criado em 1548 pelo rei de Portugal afim de querer beneficiar os donatários e centralizar a organização da colônia.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Com a missão de restabelecer o domínio português sobre toda a extensão da colônia e defender os estabelecimentos lusitanos, tanto dos corsários franceses quanto dos índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor - geral maior autoridade da justiça; e capitão-mor, encarregado da defesa do litoral .
    A Capitania de Porto Seguro, na divisão administrativa do Brasil em capitanias hereditárias, feita por ordem do rei Dom João III, coube ao donatário Pero do Campo Tourinho.

    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram às primeiras mulheres brancas e casadas para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiros cavalos para os engenhos do nordeste.
    O Padre José de Anchieta chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de dez mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1153 até 1558.
    Em seu governo houve redução da escravidão indígena e muita paz entre portugueses e nativos.
    A invasão dos franceses e sua aliança com os índios da região tomava uma proporção significativa, se tornando uma ameaça ao domínio português.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém de terminou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos das Índias.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os holandeses.

    - Mainara de Assis nº26 e Vanessa Rodrigues nº 40. Turma 1003

    ResponderExcluir
  12. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; administrar os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; proteger terras; catequizar todos os índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarrregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania de Ilhéus foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram diversas órfãs que tinham por missão casar-se com colonos portugueses.
    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiros gados para os engenhos do nordeste.
    O Padre Manuel da Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve aumento da escravidão indígena e muitas crises (conflitos) entre portugueses e nativos.
    Os franceses invadiram uma colônia na região da atual cidade do Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a França Antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios amigos (cristianizados), porém determinou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos africanos.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro (São Sebastião do Rio de Janeiro) deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.


    TRIO: Alex Silva de Oliveira
    Rafael Leon
    Joslene

    Turma: 1001

    ResponderExcluir
  13. O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em (1548), através do documento denominado Regimento de (1548).
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; (explorar o sertão; estabelecer alianças com as tribos indígenas amigas e castigar duramente as que, em sua visão, prejudicavam a colonização portuguesa). O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram (agricultores, soldados, degredados) e funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    (Incorporada junto com a Capitania de Porto Seguro à Capitania da Baía de Todos os Santos em 1761, a Capitania de Ilhéus deu origem sucessivamente à Província e ao Estado da Bahia.)
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram (diversas órfãs que tinham por missão casar-se com colonos portugueses ). Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiros cavalos para os engenhos do nordeste.
    O Padre (Manuel de Nóbrega) chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1557.
    Em seu governo houve (choques com índios e com invasores, especialmente os franceses; conflitos com o bispo, e com os próprios jesuítas que se opunham à escravidão indígena, e entre antigos e novos colonos).
    Os Holandeses invadiram a Bahia em (1621) e fundaram a (Companhia das Índias Ocidentais).
    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    (Incentivou a produção açucareira, estimulou o tráfico de escravos africanos para o Brasil e decretou leis que protegiam da escravidão os indígenas já catequizados. Combateu a antropofagia.)
    Seu grande feito foi ter expulsado os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os (franceses).


    Nomes: Hudson e Raphael

    ResponderExcluir
  14. Gabriela Kvacek | nº. 17 e Roger Nobre | nº. 36
    Turma: 1004

    Trabalho de História!
    TEMA: GOVERNO GERAL
    O texto corrigido:

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; doar terras; estabelecer alianças com todos os índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 até 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania da Baía foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Porto Seguro.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e órfãs para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe as primeiras cabeças de gado para os engenhos do nordeste.
    O Tomé de Souza chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve aumento da escravidão indígena e má relação entre portugueses e nativos.
    Os franceses invadiram o Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a França Antártica

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios cristianizados, porém determinou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos africanos.
    Seu grande feito foi ter expulsado os franceses da baía de Guanabara.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    ResponderExcluir
  15. O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; explorar o sertão; distribuir sesmarias para a construção de novos engenhos de açúcar; estabelecer alianças com as tribos indígenas amigas e castigar duramente aquelas que, em sua visão, prejudicavam a colonização portuguesa.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor cuidava das finanças; ouvidor-mor, responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania da Baía de todos os santos us foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo – Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e casadas para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe as primeiras cabeça de gado para os engenhos do nordeste.
    O Padre Manuel de Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de dez mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo envolve-se nos conflitos entre donatários e jesuítas em torno da escravização indígena.
    Os franceses invadiram o Rio de Janeiro entre 1555 e 1567 e fundaram uma colônia chamada França Antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém de terminou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos africanos.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    Yasmin e Leonam , turma 1004.
    getirana.yasmin@oi.com.br, monteiro.leonam@oi.com.br

    ResponderExcluir
  16. Alunos: Anderson Araújo Couto e Vitor Paulino.
    Turma:1004
    EXERCÍCIO 1:
    TEMA: GOVERNO GERAL

    O texto abaixo contém vários enganos.
    Você deve identificá-los e depois reescrevê-lo corretamente.

    O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; doar terras; catequizar todos os índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 até 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania da Baía foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Porto Seguro.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e órfãs para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe as primeiras cabeças de gado para os engenhos do nordeste.
    Tomé de Sousa chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve um aumento da escravidão indígena e má relação entre portugueses e nativos.
    Os Franceses invadiram o Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a França Antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios cristianizados, porém determinou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos africanos.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses da Baía de Guanabara.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    ResponderExcluir
  17. Trabalho de História!
    TEMA: GOVERNO GERAL
    Corrigido:

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; doar terras; estabelecer alianças com todos os índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 até 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania da Baía foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Porto Seguro.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e órfãs para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe as primeiras cabeças de gado para os engenhos do nordeste.
    O Tomé de Souza chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve aumento da escravidão indígena e má relação entre portugueses e nativos.
    Os franceses invadiram o Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a França Antártica

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios cristianizados, porém determinou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos africanos.
    Seu grande feito foi ter expulsado os franceses da baía de Guanabara.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    Grupo:Juliana Alves nº.21, Caio Roberto nº9 e Douglas nº.15. turma:1004

    ResponderExcluir
  18. Correção: O governo geral não foi criado em 1532, foi criado em 1548 após o fracasso das capitanias;
    As responsabilidades do governador geral eram garantir a defesa do território, explorar o sertão, distribuir sesmarias para construção de novos engenhos de açúcar, estabelecer alianças com as tribos indígenas amigas e castigar duramente aquelas que em sua visão prejudicava a colonização portuguesa;
    Tomé de Souza se instalou na capitania da Baia de Todos os Santos, onde deu início a construção de Salvador, primeira capital da colônia;
    O primeiro grupo de jesuítas era liderado por Padre Manuel da Nóbrega com a missão de catequizar os índios;
    O segundo governador-geral foi Duarte da Costa e os cinco anos que ele governou foram marcados por várias crises, as relações entre os portugueses e os índios pioravam continuamente;
    Para agravar a situação ruim, os Franceses criaram uma colônia no Rio de Janeiro, a famosa França Antártica. Duarte da Costa não conseguiu expulsá-los e foi substituído por Mem de Sá que governou por quatorze anos;

    Nome:Sérgio Coelho; Yohane Alves; nº 37; 44

    ResponderExcluir
  19. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, um modelo de administração centralizada já adotado em possessões portuguesas da África e da Ásia.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; defender o território,explorar o sertão, distribuir as sesmarias,estabelecer as alianças com as tribos indígenas e castigar aqueles que prejudicavam a colonização portuguesa.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania da Baía foi onde Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras órfãs que tinham por missão casar-se com colonos portugueses.
    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiras cabeças de gado para os engenhos do nordeste.
    O Padre Manuel de Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre agricultores , funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve aumento da escravidão indígena e guerras constantes entre portugueses e nativos.
    Os franceses invadiram a Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a chamada França Antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém de terminou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos da África.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os Franceses.
    NOMES: Leandro,Letícia e Raiane
    Números:24,26 e 33 Turma:1004

    ResponderExcluir
  20. O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento em 1548.
    A razão para sua criação foi dar favor e ajuda aos donatários e centralizar administrativamente a organização da Colônia;doar terras; exterminar todos os índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarrregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    Em 1549, ele funda a cidade de Salvador, na capitania da Bahia, para servir como sede do governo.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e órfãs
    , casadas para povoar a nova terra.
    Manoel da Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de dez mil pessoas.
    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1153 até 1558.
    Em seu governo houve aumento da escravidão indígena e muita guerra entre portugueses e nativos.
    Os Franceses invadiram a Bahia em 1555 e fundaram a Pátria dos trópicos.
    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém de terminou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos das Índias.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.


    Pedro e Allan t:1004

    ResponderExcluir
  21. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548 através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias explorar o interior ; doar terras; catequizar todos os índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarrregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania de Bahia foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo – Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e órfãs para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe as primeiras cabeça de gado para os engenhos do nordeste.
    O Padre Manoel da Nobrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de dez mil pessoas.


    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve um aumento da escravidão indígena e má relação entre portugueses e nativos.
    Os Franceses invadiram o Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a França Antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios cristianizados, porém determinou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos africanos.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses da Baía de Guanabara.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    vinicius cardoso
    luiz cardoso
    marco aurelio
    turma 1004

    ResponderExcluir
  22. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; vender terras; exterminar todos os índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor cuidava das finanças; ouvidor-mor, responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania da Baía de todos os Santos foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Salvador
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram às primeiras mulheres brancas e casadas para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiros cavalos para os engenhos do nordeste.
    O Padre Manoel Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve portugueses e nativos, por exemplo, piorava continuamente. Isso por que a necessidade de mais trabalhadores nas lavouras levava os colonos a escravizar um número um número crescente de índios.
    Os franceses invadiram o Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a França Antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios cristianizados, dizimou centenas de aldeias indígenas hostis aos portugueses.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos da África.
    Seu grande feito foi ter expulsado os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.


    André D’Ávila
    Márcia Hellen
    Turma 1004

    ResponderExcluir
  23. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, um modelo de administração centralizada já adotado em possessões portuguesas da África e da Ásia.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; defender o território,explorar o sertão, distribuir as sesmarias,estabelecer as alianças com as tribos indígenas e castigar aqueles que prejudicavam a colonização portuguesa.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania da Baía foi onde Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras órfãs que tinham por missão casar-se com colonos portugueses.
    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiras cabeças de gado para os engenhos do nordeste.
    O Padre Manuel de Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre agricultores , funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve aumento da escravidão indígena e guerras constantes entre portugueses e nativos.
    Os franceses invadiram a Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a chamada França Antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém de terminou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos da África.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os Franceses.
    NOMES: Leandro,Letícia e Raiane
    Números:24,26 e 33 Turma:1004

    ResponderExcluir
  24. Turma: 1004
    nome:Karen nº23 Bruna n°07

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia, coordenar a colonização fortalecendo as capitanias contra as resistências indígenas, além de fiscalizar as capitanias e apoiar a cultura de cana-de-açúcar.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    Tomé de Souza instalou a capitania de Baia de Todos os Santos, onde deu inicio a construção de Salvador, a primeira capital da colônia.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil chefiado inicialmente pelo Bispo dom Pero Fernandes Sardinha.
    O Padre Manoel Da Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os índios.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de dez mil pessoas.
    O segundo governador-geral, Duarte da Costa, exerceu o cargo durante os 4 anos seguintes.
    A administração do segundo governador geral, foi desastrosa, chegando a comprometer o trabalho de seu antecessor e colocando em risco o domínio português no território brasileiro. Por um lado, seu fracasso se deveu à postura adotada diante dos índios, que colocava por terra a política de pacificação desenvolvida por Tomé de Sousa.
    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteção dos índios cristianizados e ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos africanos.
    Seu grande feito foi ter expulsado os franceses da Baía de Guanabara.
    A fundação da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá. Durante a guerra contra os franceses.

    ResponderExcluir
  25. NAVE – Colégio Estadual José Leite Lopes
    Nome: Bruno e Jéssica Nº: 08, 19 turma: 1004
    Profª: Rita Avelar
    Trabalho de História

    O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1549.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; vender terras; exterminar todos os índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-geral, responsável pela justiça; e capitão-mor da costa, encarregado da vigilância da costa (litoral) contra as invasões estrangeiras.
    A capitania da Bahia foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo – Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram às primeiras mulheres órfãs com missão de casar-se com os colonos portugueses. Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiros cavalos para os engenhos do nordeste.
    O Manuel da Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de dez mil pessoas.
    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve escravidão indígena e muitas guerras entre portugueses e nativos.
    Os franceses invadiram a região onde está situada a cidade do Rio de Janeiro em 1555 e fundaram uma colônia e deram-lhe o nome de França Antártica.
    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios cristianizados, porém determinou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos da África.
    Seu grande feito foi ter expulsado os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    ResponderExcluir
  26. O primeiro erro que encontrei , foi a data de criação do governo centralizado que no texto diz que foi em 1532 mais sendo iniciada o sistema em 1548, no texto diz que Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia, onde está no texto a idéia de exterminar todos os índios sendo falso porque a intenção de Portugal cristianizar os índios. Percebi também outro erro Tomé de Souza iniciou a criação da sede de governo na cidade de em Porto seguro onde na verdade foi em Salvador, a primeira capital colonial do Brasil, também percebi um erro de digitação, este: “O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1153 até 1558” onde o certo é 1553 até 1558.


    Franklin Rodrigo n°.:16
    turma :1004

    ResponderExcluir
  27. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; Proteger o território,explorar o sertão,distribuir lotes de terras para a construir novos engenhos de açúcar,fazer alianças com tribos indígenas amigas,e castigar as tribos que para eles prejudicariam a colonização portuguesa.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Eram eles cerca de mil pessoas,Funcionários públicos,agricultores,soldados e degredados,e uns 6 jesuítas com a missão de catequizar os índios.
    A capitania de Baía foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras órfãs que deveriam casar-se com os colonos portugueses para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiras cabeças de gado para os engenhos do nordeste.
    O Padre Manuel da Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.Em seu governo houve aumento da escravidão indígena e muita guerra entre portugueses e nativos.
    Os Holandeses invadiram a Bahia em 1555 e fundaram a França Antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios cristianizados, porém dizimou centenas de aldeias indígenas hostis.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos dos Africanos.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses da Bahia de Guanabara.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os Franceses.



    Por Vinicius Gomes Eiras N°42 Turma 1002
    Dennis Dos Santos N°13

    ResponderExcluir
  28. EXERCÍCIO 1:
    TEMA: GOVERNO GERAL

    O texto abaixo contém vários enganos.
    Você deve identificá-los e depois reescrevê-lo corretamente.

    O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; vender terras; exterminar todos os índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-geral , responsável pela justiça; e capitão-mor da costa, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras, vieram também padres jesuítas, encarregados da catequese dos índios e de consolidar, através da fé, o domínio do território pela Coroa Portuguesa.
    A capitania de Ilhéus foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Porto Seguro.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil com sede na capitania real, sendo nomeado bispo D. Pero Fernandes Sardinha. Foram também instaladas as Câmaras Municipais, compostas pelos "homens bons": donos de terras, membros das milícias e do clero. Nesse período ainda foi introduzida, nessa capitania, a criação de gado e instalados engenhos. Com essas medidas o governo português pretendia reafirmar a soberania e a autoridade da Metrópole, e consolidar o processo de colonização.
    O Padre José de Anchieta chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    O segundo governador-geral foi Duarte da Costa, exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    A administração do segundo governador geral, entretanto, foi desastrosa, chegando a comprometer o trabalho de seu antecessor e colocando em risco o domínio português no território brasileiro. Por um lado, seu fracasso se deveu à postura adotada diante dos índios, que colocava por terra a política de pacificação desenvolvida por Tomé de Sousa.
    Os Holandeses invadiram a Bahia em 1555 e fundaram a Pátria dos trópicos.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele resolve as disputas políticas, dedica-se à pacificação dos índios e ao combate os franceses no Rio de Janeiro, neutralizando a aliança que havia entre os índios e os franceses. Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos da África.

    Nome: Alan Jones Nº: 02
    Victor Holanda Nº: 41

    Turma: 1002

    ResponderExcluir
  29. Nomes: Flávia Caroline , Monique Hellen, Carlos Eduardo. Turma:1002.
    O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; vender terras; exterminar todos os índios que em sua visão, prejudicavam a colonização portuguesa.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarrregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania Da Baia de Todos os Santos foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo de Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras órfãs brancas que tinham por missão casar-se com os colonos portugueses e para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe as primeiras cabeças de gado para os engenhos do nordeste.
    O Padre Manuel da Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve aumento da escravidão indígena e muita guerra entre portugueses e nativos.
    Os Franceses invadiram o Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a França Antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém de terminou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos das Índias.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os Franceses.

    ResponderExcluir
  30. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; vender terras; a função deles não era matar todos os índios, mas fazer alianças com algumas tribos indígenas amigas e castigar aquelas que prejudicavam a colônia.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarrregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania de Ilhéus foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Porto Seguro.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e orfãs para povoar a nova terra.
    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiros cavalos para os engenhos do nordeste.
    O Padre José de Anchieta chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve aumento da escravidão indígena e muitos conflitos entre portugueses e nativos.
    Os franceses invadiram o Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a França Antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém de terminou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos africanos.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    Nomes: Yohanna Guimarães, João Pedro Rocha e Yohanna Guimarães - Turma 1002

    ResponderExcluir
  31. O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; vender terras; exterminar todos os índios.
    A 7 de janeiro de 1549, Tomé de Souza recebeu a nomeação de governador-geral da capitania da Bahia e de todas as outras, valendo-se dos laços de parentesco com Martim Afonso de Souza, companheiro de infância do rei D. João III. Responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania de Ilhéus foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Porto Seguro.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e casadas para povoar a nova terra.
    O Padre José de Anchieta chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de dez mil pessoas. A primeira sede do Brasil foi fundada em Salvador , Bahia a segunda sede foi Rio de Janeiro.
    Segundo governo-geral– Em 1553, Duarte da Costa substitui Tomé de Sousa. O segundo governador do Brasil envolve-se nos conflitos entre donatários e jesuítas em torno da escravização indígena. Com isso, termina por se incompatibilizar com as autoridades locais e é obrigado a retornar a Portugal em 1557.
    Após o governo de Tomé de Sousa, Portugal se deparava com um grave problema no Rio de Janeiro. A invasão dos franceses e sua aliança com os índios da região tomava uma proporção significativa, se tornando uma ameaça ao domínio português. A principal realização do terceiro governador-geral do Brasil, Mem de Sá, foi justamente a expulsão dos franceses e o controle da situação.
    Mem de Sá assumiu o governo da colônia em 1558 e continuou governando por 15 anos. A primeira coisa que fez foi contornar a situação da invasão francesa. Num primeiro ataque, Mem de Sá conseguiu destruir o forte Coligny, no entanto não foi suficiente para vencer a disputa. Assim, em 1º de março de 1565, o sobrinho de Mem de Sá, Estácio de Sá, fundou a cidade de São Sebastião, que passou a ser a base das operações da luta contra os franceses. O desfecho do caso se deu somente com a ajuda de tropas do governador e da região de São Vicente e dos índios do Espírito Santo, onde foi possível expulsar os estrangeiros definitivamente.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos das Índias.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os holandeses.

    Nome:Jorge Passos N:23 Turma:1002
    Alvaro Vargas 03

    ResponderExcluir
  32. TEMA: GOVERNO GERAL

    Nomes: TATIANE E TALITA Turma: 1002

    O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1532.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; vender terras; exterminar os índios que prejudicavam a colonização portuguesa.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor cuidava das finanças; ouvidor- geral responsável pela justiça; e capitão - mor encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania da Bahia de Todos os Santos foi ocupada por Tomé de Souza, onde deu inicio a construção da sede do governo - Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram às primeiras órfãs que tinham por missão casar-se com os colonos portugueses.
    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiros cavalos para os engenhos do nordeste.
    O Manuel da Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre agricultores, funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1557.
    Em seu governo houve a elevação da escravidão indígena e piorava a relação entre portugueses e nativos.
    Os franceses invadiram a região da atual cidade do rio de janeiro em 1555 e fundaram a frança antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1557 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém determinou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos africanos.
    Seu grande feito foi ter expulsado os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    ResponderExcluir
  33. Pedro de Figueiredo turma:1002
    Eduardo Rangel


    O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; vender terras; estabelecer aliança co a tribo dos índios e castigar duramente aquele que prejudica a colonização portuguesa.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor, cuidava das finanças; ouvidor-mor , responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania de Ilhéus foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Porto Seguro.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas e órfãs para casarem-se com colonos portugueses.
    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiros cavalos para os engenhos do nordeste.
    O Padre José de Anchieta chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de dez mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo havia necessidade de mais trabalhadores nas lavouras e isso levou os colonos a escravizar um numero crescente de índios.
    Os franceses invadiram o Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a França Antártica .

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios cristianizados , porém determinou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos africanos.
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    ResponderExcluir
  34. HISTÓRIA – TURMA 1002- 26/11/2008 Professora: Rita Avellar
    Nomes: Renato Macabu (36), Jefferson Régis (20) e Arthur Rodrigues (04).

    O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; distribuir sesmarias; estabelecer alianças com os índios.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a catequizar os índios. Tomé de Sousa se instalou na Capitania da Baía de todos os Santos, onde deu inicio à construção de Salvador, primeira capital da colônia.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram diversas mulheres órfãs que tinham por missão casar-se com colonos portugueses.
    Foi Tomé de Souza que trouxe as primeiras cabeças de gados para os engenhos do nordeste.
    Vieram também padres jesuítas chefiados por Manuel da Nóbrega, encarregados da catequese dos indígenas e de consolidar, através da fé, o domínio do território pela Coroa portuguesa.
    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1557.
    Em seu governo houve grandes dificuldades: choques com os índios e com invasores, especialmente os franceses; conflitos com o bispo, e com os próprios jesuítas que se opunham à escravidão indígena, e entre antigos e novos colonos.
    Os Franceses invadiram o Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a França Antártica
    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1557 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém determinou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos da África.
    Seu grande feito foi ter expulsado os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    ResponderExcluir
  35. Grupo : Camilla dos Santos Bergomes ; nº 09 Joyce Mycaella Manfredi Santos ; nº25 Iris Costa Ferreira ; nº18 Samara Tomé de Souza Braga ; nº38 Luana Costa Mello ; nº 27

    Turma : 1002

    O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548, através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na Coroa portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava centralizar política e administrativamente a colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; vender terras; combater os índios que resistissem ao processo de ocupação dos portugueses.O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor cuidava das finanças; ouvidor-mor, responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregados da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania da Baía de todos os Santos foi incorporada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo - Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram as primeiras mulheres brancas para povoar a nova terra e casar-se com os colonos portugueses
    Foi Tomé de Souza que trouxe as primeiras cabeças de gados para os engenhos do nordeste.
    Duarte da Costa chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve aumento da escravidão indígena e piorou a relação entre portugueses e nativos.
    Os Franceses invadiram a Bahia em 1555 e fundaram a Pátria dos trópicos.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1565
    Ele criou leis para proteger os índios amigos, porém de terminou a escravidão ou morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos africanos
    Seu grande feito foi ter expulso os franceses do Rio de Janeiro.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    ResponderExcluir
  36. O sistema de Governo Geral

    O sistema de governo geral foi criado pelo Rei de Portugal, D. João III em 1548. Através do documento denominado Regimento de 1548.
    A razão para sua criação foi o insucesso das Capitanias Hereditárias na América portuguesa.
    Entre as atribuições do governador-geral estava representar o Rei na colônia; reduzir os poderes dos donatários das capitanias; evitar a invasão do interior em virtude do tratado de Tordesilhas; estabelecer alianças com as tribos indígenas amigas e castigar durante aquelas que, em sua visão, prejudicavam a colonização portuguesa.
    O Primeiro governador geral foi Tomé de Souza que governou a colônia entre 1549 e 1553.
    Com ele vieram funcionários para ajudar a administração; Os cargos eram: provedor-mor cuidava das finanças; ouvidor-mor, responsável pela justiça; e capitão-mor, encarregado da vigilância da costa contra as invasões estrangeiras.
    A capitania da Baía de Todos os Santos foi desapropriada e Tomé de Souza iniciou a construção da sede do governo – cidade de Salvador.
    Em seu governo foi criado o primeiro Bispado do Brasil e chegaram diversas órfãs que tinham por missão casar-se com colonos portugueses.
    Foi Tomé de Souza que trouxe os primeiros cavalos para os engenhos do nordeste.
    O Padre Manuel da Nóbrega chefiou o primeiro grupo de jesuítas que veio para a colônia catequizar os nativos.
    Entre funcionários, soldados e degredados, chegaram nesta época cerca de mil pessoas.

    O segundo governador-geral exerceu o cargo de 1553 até 1558.
    Em seu governo houve diversas crises. As relações entre portugueses e indígenas pioravam continuamente.
    Os franceses invadiram a atual cidade do Rio de Janeiro em 1555 e fundaram a França Antártica.

    O terceiro governador geral foi Mem de Sá que governou de 1558 até 1572.
    Ele criou leis para proteger os índios cristianizados, porém determinou a morte dos índios rebeldes.
    Ao mesmo tempo estimulou o tráfico de escravos africanos.
    Seu grande feito foi ter expulsado os franceses da baía de Guanabara.
    A fundação da cidade do Rio de Janeiro deu-se durante seu governo, em 1565, por seu sobrinho Estácio de Sá, durante a guerra contra os franceses.

    Nome: Laiane Araújo de Sousa nº18 Turma: 1003

    ResponderExcluir

Quando for escrever seu comentário tenha cuidado com a ortografia e gramática. Coloque seu nome completo e, se for o caso, a turma também.
Obrigada pela participação.
Brevemente seu comentário será publicado.