23 de nov de 2010

Encontrei minhas origens

Oliveira Ferreira da Silveira (1941-2009), professor, poeta e pesquisador gaúcho  foi o idealizador do Dia da Consciência Negra.

Encontrei minhas origens
Em velhos arquivos
Livros
Encontrei
Em malditos objetos
Troncos e grilhetas
Encontrei minhas origens
No leste
No mar em imundos tumbeiros
Encontrei
Em doces palavras
Cantos
Em furiosos tambores
Ritos
Encontrei minhas origens
Na cor de minha pele
Nos lanhos de minha alma
Em mim
Em minha gente escura
Em meus heróis altivos
Encontrei
Encontrei-as, enfim
Me encontrei.

20 comentários:

  1. Belíssimo poema, pois só reforça a ideia de que a palavra é que humaniza os seres humanos, o ssonho é que o definem.

    ResponderExcluir
  2. Seria maravilhoso se todos reconhecessem suas origens e tevessem orgulho delas, principalmente se respeitasse as dos outros. O dia da consciencia negra vem "conscientizar" as pessoas do quanto é importante esse reconhecimento, ou melhor, a luta por esse reconhecimento.

    Monique Hellen T:3003 nº 18

    ResponderExcluir
  3. De inicio belo poema, e seria muuito se todos reconhecese as suas origens, tivesse orgulho, e tivesse forsas como no poema. E respeitasse as dos outros como se fosse a dele, mais isso não presisava aconteser somente no dia da Consciência Negra.


    Joslene Lima T:1002 Nº17

    ResponderExcluir
  4. Reconhecer de nossas origens com certeza é algo super importante, pois nos faz sentir orgulhosos e não ingratos. Isso também nos faz mais humildes, percebendo que precisamos sempre de quem esteve ao nosso lado e tudo o mais.
    Neste poema, vemos relatos de um passado sombrio mas que deve sim ser lembrando pois daí veio uma grande vitória!

    Viva a consciência negra!

    Carlos Sant'Anna - 04 - 3003

    ResponderExcluir
  5. Belo poema! Que bom seria se todos aceitassem as suas origens ...

    ResponderExcluir
  6. Poema muito legal sobre os negros e sobre a consciencia negra e muito importante esse poema porque fala da escravidão de troncos guilhetas e tombeiros muito legal parabens.Thiago Tourinho 1001

    ResponderExcluir
  7. Seria muito bom se cada pessoa da terra tivesse a capacidade de avaliar suas origens e seus descendentes, na minha opiniao esse fato seria uma grande forma de acabar com o preconceito pois em toda fammilia ha uma grande variedade de raças.

    Alzair Manoel de souza junior
    t: 1002

    ResponderExcluir
  8. Que belo poema professora!
    Achei bem interessante a forma que ele ( o autor) ressalta de onde ele vem, ou seja, de raízes negras. Achei bem interessante também, ele descrevendo como era as origens dele. Muito interesante, e instigante.

    Leandro Barbosa de Assis Cavalcanti
    Turma:1001

    ResponderExcluir
  9. Ter orgulho de sua origem é muito bom, ainda mais para pessoas negras que sofreram tanto no passado e hoje conquistaram a base de muita luta o espaço que tem.
    Bruno Marques
    1002

    ResponderExcluir
  10. É importantíssimo que todos se encontrem e avaliem suas origens, negros ou indivíduos de qualquer outra raça, afinal cada um de nós pertencemos a alguma origem, seja ela qual for.
    Porém, aos negros existe uma importância um pouco maior, pelo fato do preconceito que sofreram no passado, e que ainda sofrem nos dias de hoje. E pode-se dizer que cabe aos negros terem um orgulho imenso de sua raça, pois são verdadeiros guerreiros.

    Ps.: o poema é realmente belíssimo!

    Taiana Medeiros - N.: 30 - T.: 1002

    ResponderExcluir
  11. Olá sou o Patrick Fernandes Peçanha da truma 3003.

    Pelo o que eu entendi o poema não vale só para os negros, mas também para os brancos e mulatos. Pois no Brasil só existe um raça a "brasileira".
    E eu queria falar também do quanto chega ser patriota este poema que contemplo.
    E para mim, é como se fôssemos virar as costas para o mundo além do brasil, e só víssemos nós mesmos e o quanto é importante relembrar nossas identidades e sobreviver do ataque cultural, que vem de todos os países em direção a nós sem culpa e nem perdão!
    Sobreviver a isso é rever e se aprofundar a nossa escola brasil, e entrar mos em um mundo só nosso mais justo onde todos tenha noção do seu próprio pais. A senhora pode pensar que sou sonhador, mais melhor sonhar do que ignorar o principal problema do nosso pais nós mesmos!

    ResponderExcluir
  12. O conhecimento, a vida ea cultura servem para distinguir quem nós somos, de onde viemos, mas não para aonde vamos.

    Nome: Wautier de Jesus N: 30 T: 3001

    ResponderExcluir
  13. O poema nos leva a pensar em nossas como origens são importantes para que se entenda como e por que somos como somos hoje, já que os ideais de nossos antepassados (como o racismo) foram herdados por nós, e devemos ter discernimento suficiente para saber quais desses ideais devemos manter. Para podermos gostar de nós mesmos, precisamos aceitar nossas origens e nos orgulhar delas, e mudar o que for necessário para termos um mundo melhor.

    Nome: Luiza Mariz Nº 22 Turma: 1002

    ResponderExcluir
  14. O poema nos leva a pensar em nossas como origens são importantes para que se entenda como e por que somos como somos hoje, já que os ideais de nossos antepassados (como o racismo e o desejo pela igualdade) foram herdados por nós, e devemos ter discernimento suficiente para saber quais desses ideais devemos manter. Para podermos gostar de nós mesmos, precisamos aceitar nossas origens e nos orgulhar delas, e mudar o que for necessário para termos um mundo melhor.

    Luiza Mariz T.1002

    ResponderExcluir
  15. Achei o poema muito interessante, pois eu acho que todos querem saber quais são suas verdadeiras origens, para se orgulhar de algo que aconteceu no passado,e que possa manter até o final a sua verdadeira cultura...

    DanielOliveira T:1001

    ResponderExcluir
  16. Professora Lindo poema, gostei dele por que ele nos faz querer rever as nossas origens, acho que seria uma boa pra muitas pessoas

    Aluno: Edson Candido
    Turma: 1002

    ResponderExcluir
  17. Muito interessante esse assunto. Por que será que as pessoas não podem se aceitar do jeito que são, sem se importar com a cor da pele? Por que não se encontram nesse universo, onde o passado faz parte do presente e, é ele quem decide o rumo da sociedade?
    Como os negros foram importantes para os afro-descendentes e, consequentemente, essenciais para a valorização da cultura negra!
    O poema exposto retrata muito mais que isso. Descreve uma sociedade capaz de lutar por um único objetivo; Expressa algo mais do que a luta contra o racismo. Mostra gente de honra, de respeito. Que merece o reconhecimento e toda dignidade de um povo estrangeiro e escravo que, no finalmente, se torna o heroi da história. Que se encontraram através da dificuldade e da dor. Esses sim, merecem todo apreço e respeito.
    E agora? Será que nós encontramos as nossas origens?

    Lucas Sereda. Turma: 1002.

    ResponderExcluir
  18. É importantíssimo reconhecer nossas origens. O eu lírico deixa explícito que não há vergonha de como o mesmo se encontrou. Pelo contrário, percebe-se, inclusive, que seu sentimento é de orgulho. De fato, o primeiro passo é esse: o reconhecimento. Assim, com certeza, daremos o primeiro passo para mudar a realidade que ainda atormenta o mundo: o preconceito.

    Nome: Alex Silva Turma: 3003

    ResponderExcluir
  19. Muito bonita a forma como o autor homenageia sua origem no poema, que por sinal é belíssimo. Ele nos mostra que apesar do passado da sua raça ser sofrido não devemos esquecer.

    Camila França, 3001

    ResponderExcluir
  20. Poema realmente muito bonito, que mostra claramente como o autor se orgulha de suas origens. Todos deveríamos ser assim, pq antes de tudo muitos de nossos antepassados passaram por coisas terríveis. Ainda mais os negros, que passaram pela escravidão e humilhação por tanto tempo.

    Aluno: Ygor Luiz
    Turma: 1001

    ResponderExcluir

Quando for escrever seu comentário tenha cuidado com a ortografia e gramática. Coloque seu nome completo e, se for o caso, a turma também.
Obrigada pela participação.
Brevemente seu comentário será publicado.